No último mês, os alunos Camila Cristane (Biotecnologia), Caroline Macedo (Biotecnologia), Willian Barela Costa (Biotecnologia) e Fernando Limoeiro (Biofísica) vem participando independentemente e avançando em diversas competições de empreendedorismo e inovação tecnológica. Movidos pelo intuito de que sim, é possível empreender e inovar na área biológica.

Do dia 13 ao dia 15 de novembro a cidade de Belo Horizonte foi cede do primeiro evento Startup Weekend Biotech & Digital Health na América Latina, idealizado pela Fundação Techstars (Google for Interpreneurship) e organizado pela incubadora e aceleradora Biominas. Nesse evento, os alunos Camila, Fernando e Willian levaram a idéia de Wearable Technology (dispositivos eletrônicos) para portadores de próteses, utilizando a substituição sensorial para garantir uma sensação de toque e temperatura aos portadores e humanizar seus dispositivos. O trabalho garantiu o terceiro lugar na competição, está impulsionando a criação da Startup OpenHands e levou a equipe formada pelos alunos mais 4 mineiros a competição internacional Global Startup Battle.

Já na última semana, os alunos Caroline, Willian e Fernando, passaram para a segunda fase da competição Empurra que Vai, da incubadora da Coppe-UFRJ. Levando uma idéia de empresa que una Protoripagem, Medicina e Impressão 3D (ainda sob sigilo do concurso). A iniciativa por parte dos alunos visa mostrar para todos os alunos que podemos sim inovar, podemos criar produtos e fundir tecnologias e conhecimentos. As conquistas mostram o potencial dos alunos do Polo, bem como a necessidade de expor a todos nós, alunos que assim desejarem, ao mundo empreendedor. Willian e Fernando são respectivamente Presidente e Diretor de Inovação em Biofísica na empresa júnior do Polo, a TecX, onde podem ser encontrados.

Link do projeto no Global Startup Battle: https://goo.gl/ROPVnE

 

CAPES logo faperj logo cnpq Logo Ouvidoria
UFRJ Polo Xerém
Desenvolvido por: TIC/UFRJ